Uma Viagem à Irlanda. - Parte 1.


No dia 14 de Abril, começou uma das minhas melhores aventuras de sempre. 
Depois de alguns meses de planeamento e umas semanas de preparação, viajei pela primeira vez com o meu namorado, com destino à Irlanda - Dublin! Foi uma viagem de sonho, algo que nunca iremos esquecer, pois perdemo-nos de amores pelo país, pelas pessoas e por todo o ambiente irlandês! 

Uma das minhas grandes preocupações, um dos grandes medos era o temido avião... Mas, se tiverem receio, não tenham! É completamente normal e correu tudo às mil maravilhas. Cheguei à conclusão a que toda a gente chega: não haviam motivos para tanta ansiedade!
Escolhemos a Ryanair, pelos seus preços acessíveis. No entanto, não existiam voos directos do Porto, por isso tivemos de apanhar dois voos para chegar a Dublin. Parando primeiro no aeroporto de Lisboa, seguindo umas horas depois para o nosso destino final! O mesmo se passou na viagem de volta: tivemos de fazer escala no aeroporto de Lisboa novamente, para chegarmos ao Porto. Como podem imaginar, fazer estas viagens todas, para uma pessoa que tinha um medo terrível de aviões, não foi fácil. Mas assim que o primeiro avião levantou voo, senti-me literalmente nas nuvens! E o medo, foi-se oficialmente embora... :)
Já na bonita cidade de Dublin, ficamos hospedados no The Marker Hotel
Um hotel relativamente novo, situado perto das docas e com um design moderno, absolutamente arrebatador! Todo o serviço, foi perfeito e o atendimento excepcional. Para não falar na vista do terraço, que infelizmente só conseguimos ver uma única vez...
Fomos sortudos por a chuva não nos ter incomodado muito, apesar de termos apanhado algumas pingas... E também por termos conhecidos as pessoas fantásticas que conhecemos, de todos os cantos do Mundo.
Dublin é uma cidade cheia de vida, cheia de sítios fantásticos para visitar e cheia de pessoas fantásticas para conhecer. Na minha próxima publicação, irei mostrar-vos alguns dos sítios que tivemos a oportunidade de visitar. 

Espero que tenham gostado desta publicação diferente e que voltem na próxima publicação, para conhecerem mais um pouco da Irlanda!

Love Always,
Sandra P.

Cadernos de Mármore

diy
Nestes últimos tempos, a tendência Mármore tem estado em força em todos os produtos possíveis e imaginários! No entanto, é uma moda que pode sair bastante cara, uma vez que não custa nada às lojas inflacionar os preços, devido à grande procura. Hoje trago-vos um simples tutorial, para darem aos vossos cadernos uma "nova cara"! E o melhor? SUPER barato. ;)

LETS GO?
Vais precisar de: Cadernos (eu comprei este pack de 3, na loja Tiger por 2€); Tesoura; Papel adesivo de Mármore (podes encontrar vários padrões em "lojas dos 300" ou lojas chinesas, por menos de 2€ o rolo. Também tens nas grandes superfícies, mas a preços astronómicos!); Papel de Ardósia e Caneta de Ardósia (ambos opcionais).
Começa por medir o teu Caderno e recorda um pedaço de Papel Aderente, ligeiramente maior do que a superfície que queres cobrir. Como queria manter as faixas pretas dos meus cadernos, medi apenas até essa parte e recortei dois pedaços separados: um para a parte da frente e um para a parte de trás.
De seguida, cola o teu papel cuidadosamente e eliminando as bolhas de ar, que se poderão formar, pelo caminho. E já está! Mas, se quiseres dar-lhe um toque mais especial, podes fazer também os passos seguintes:
Recorta um pedaço de Papel de Ardósia, como se fosse uma etiqueta e cola no teu caderno. Depois é só escreveres o que quiseres com a tua caneta própria, ou com giz!
As possibilidades são mesmo infinitas... E ficas com um caderno moderno, que ninguém vai acreditar que foi feito por ti. ;)
A imaginação é o limite!

Love,
Sandra P.

Smells Like Wild Cranberries

diy
O Inverno está aqui e em força, mas isso não quer dizer que o Verão esteja esquecido, nem aqueles dias quentes de praia. Sou uma coleccionadora compulsiva de conchas e, como tal, estas não faltam aqui em casa e são uma optima peça de decoração! Por isso, decidi utilizar estas conchas e búzios para criar velas. Tenho visto esta ideia pelo Pinterest várias vezes e decidi experimentar também!
Vamos lá?
Vais precisar de: Conchas (Podes utilizar algumas que tenhas coleccionado ou então comprar em lojas de decoração, como estas que vieram da loja "Espaço Casa" por menos de 2€), uma ou mais velas que possas derreter, pavios para velas (se não encontrares, podes retirar de velas mais pequenas, como te vou mostrar mais abaixo.) e ainda cola quente ou outro tipo de cola forte.
Escolhe a vela/s que vais derreter. Eu escolhi esta da loja Espaço Casa, por 0,99€, com o aroma de Wild Cranberry. O Cheio é maravilhoso, espalha-se pela casa toda e dura imenso! Depois tens de a partir aos bocadinhos para que derreta mais facilmente e coloca num recipiente. Podes derreter a cera em banho maria, mexendo com uma colher de vez em quando.
Enquanto a cera derrete, e se não tiveres pavios para criar as tuas novas velas... Podes arranjar umas velas pequenas, super baratas e com a ajuda de uma faca, retirar o pavio que estas trazem.
Se algum se separar do seu suporte, podes utiliza-lo na mesma, por isso não o deites fora. Quanto à cera que sobrar deste processo, podes guardar para outros projectos. Ou então usar antes esta cera para fazeres as tuas velas de conchas. Eu só utilizei a outra vela, porque gostei mais do cheio e do contraste da cor!
Agora que tens os teus pavios, está na hora de preparar as tuas conchas. Escolhe-as bem, pois algumas podem estar partidas ou rachadas! Com a cola quente, cola os pavios no centro das conchas.
Para segurar as conchas, utilizei as formas das velas mais pequeninas. Mas podes usar pedras ou ou copos pequenos. Podes ainda experimentar fazer o mesmo projecto em búzios! Agora só resta colocar a cera derretida nas conchas. Nesta parte, tens de ter mais cuidado, pois a cera pode ir para TODO o lado. Por isso, protege bem o sítio onde vais trabalhar e as tuas mãos!
Espera que seque e tens as tuas novas velas! Super fofas e trazem aquele ar de praia, nos dias frios de Inverno. São ainda perfeitas para um centro de mesa com inspiração marítima!

Love,
Sandra P.

Baby Cactos - Replantar e Decorar.

diy
Cactos, cactos, cactos... Estou apaixonada por cactos! Andava há alguns meses à procura de uma planta destas, que pudesse adoptar. Este pequenino custou-me apenas 0,79€, no Continente. Comprar plantas num hipermercado, quase nunca acaba bem, visto que não têm os cuidados devidos e, muitas vezes, estão nas prateleiras a secar ou a apodrecer. Não tenho muita informação sobre este cacto, nem sei qual o seu nome (se o souberem identificar, por favor digam-me!), pois na etiqueta que colocaram no vaso diz apenas " Cacto V.5". 

Ora bem, depois de alguma pesquisa, o que retirei foi isto:
1. Um cacto precisa de ser regado poucas vezes. Quase de 6 em 6 semanas, dependendo da altura do ano. No Verão necessita de um pouco mais de água. 
2. Quando se rega um cacto, tem de se saturar totalmente a terra. Já que,apesar de nos desertos chover raramente, quando finalmente chove, a água cai intensamente. A planta vai depois absorver a água, que fica depois na sua reserva.
3. A água que não for absorvida, precisa ser drenada, para que não apodreça as raízes do cacto.

Resolvida a parte da pesquisa de como cuidar de um cacto, está na altura de o colocar num recipiente bonito e deixar a planta crescer! Lets Go?
Vais precisar de: Um cacto à tua escolha; um novo recipiente/vaso (eu utilizei um recipiente de vidro, que reutilizei de uma vela que já tinha acabado.); pedras ao teu gosto (podem ser coloridas ou não e de vários tamanhos); Terra ou mistura própria para cactos; uma colher.
Quando tiveres todos os materiais à mão, podes começar por retirar a planta do seu vaso. Se este for de plástico, podes apertar os lados e o cacto deve sair com facilidade. (ATENÇÃO: Para maior segurança, utiliza umas luvas de jardinagem ou folhas de jornal, para não correres o risco de te magoares com os picos.) Retira depois algum excesso da terra, tendo cuidado para não danificar as raízes da tua planta. 
No que toca a escolher um recipiente para o teu cacto, não optes por algo gigante em comparação a este. Pois estas plantas têm mais facilidade em crescer em espaços mais contidos. Muda o cacto mais vezes, ao longo do seu crescimento, mas de maneira mais contida no tamanho do vaso. Depois de escolhido o vaso, podemos começar! 
Colocar pedras no fundo do recipiente é muito mais do que uma simples escolha de estética. Sim, também ajuda a tornar o produto final mais bonito, mas a sua tarefa principal é manter a água que estiver a mais, afastada das raízes do cacto. Criando um sistema de drenagem!
Adiciona uma camada de terra por cima das pedras que acabaste de colocar. Podes acabar por aqui e plantar de vez o teu cacto, mas decidi dar-lhe um toque mais especial:
Com mais uma camada de pedras, desta vez mais pequenas, podes criar mais textura e um resultado visual mais atractivo.
Está na hora de colocar a tua planta! Com cuidado, suspende o cacto na altura em que pretendes que ele fique. Começa a colocar a terra, rodeando-o com cuidado. Quando este se segurar sozinho, acrescenta mais terra ao seu redor e, com a ajuda da colher pressiona a terra, para fique mais compacta e segura no cacto.
Finalmente e, mais uma vez, por questões de estética (passo totalmente opcional!), adiciona mais pedras no topo. Podes fazer uma mistura de tamanhos, dando mais dimensão ao seu aspecto final.
Agora é só vê-lo crescer e ter atenção às suas necessidades!
Estes cactos têm bastante resistência ao frio, mas necessitam também de algumas horas de Sol e ventilação. Por isso não te esqueças de o colocar em algum sítio onde essas condições sejam favoráveis.

Acima de tudo, e apesar de ser uma planta que não necessita de muitos cuidados, não te esqueças dela!

Love Always,
Sandra P.

Celebrate Love - It's a Boy!

[Os sapatinhos do Mikey são da Zippy!]

A chegada de uma criança, é dos momentos mais especiais de uma vida. É algo que transforma, não só a vida dos pais, mas de todas as pessoas que estão à sua volta. Eu que o diga! O meu afilhado já chegou e está quase a fazer 3 meses! Como é que o tempo passou tão rápido? Parece que ainda ontem estava a caminho do hospital, com o coraçãozinho nas mãos, ansiosa que ele chegasse!

Partilho com vocês estas fotos, que representam a felicidade de uma mãe, que aguarda a chegada do seu primeiro filho. Uma sessão de fotos super especial, pelo facto de os actores principais serem a minha irmã e o meu afilhado.
[Nome "Diogo", com Mocho, feito à mão pela loja Fiel Amiguinha]
[Baby on Board da ToysRUs]

Entretanto, o nosso pequeno homem, já chegou! E está mais fofo a cada dia que passa...
Sou uma Madrinha orgulhosa. :)

Love,

Sandra Pinto

.

Love Always ♥

.

ct-beat@hotmail.com

.